Cultura

Confraria Gastronómica com novos órgãos sociais

Esteve em velocidade mínima a Confraria Gastronómica de Palmela durante algum tempo, mas a partir do passado sábado a nova equipa promete velocidade cruzeiro em breve

Como Octávio Machado costuma afirmar, <<Palmela é um diamante bruto que precisa de ser esculpido>>, a afirmação do conhecido palmelão dá jus à realidade, sendo que Palmela é um território rico em todas as áreas, até na gastronomia. 

Foi pensado, estudado e projetado, por Nuno Gil, o conhecido Chefe de Palmela, um dia fazer nascer uma Confraria naquela região Gastronómica, visando promover pratos típicos da região e que demonstrasse ao turismo essas mesmas iguarias. Com o atravessar de uma crise pandémica, a Confraria Gastronómica deixou de estar em velocidade cruzeiro e passou para uma velocidade mínima, sendo os seus destaques, alguns eventos como a bênção das fogaças e pouco mais do que isso. 

Foi no passado sábado, que a Casa Mãe Rota de Vinhos da Península de Setúbal, recebeu uma reunião com alguns elementos que nomearam uma nova equipa que promete voltar aos tempos da Velocidade cruzeiro. O Jornal Concelho de Palmela falou com Nuno Gil que nos avançou que “Estão eleitos os novos órgãos sociais da Confraria Gastronómica de Palmela e a partir deste momento vamos começar a trabalhar na promoção da nossa gastronomia”. 

A nova equipa que tomará conta do “leme” são Nuno Gil (presidente) e o conhecido apresentador de televisão Amílcar Malho (vice-presidente), já na Assembleia Geral a presidência cabe a Pedro Trovão do Rosário. A fazer parte da equipa também está o vereador do Movimento de Cidadãos do Concelho de Palmela, Carlos de Sousa, o empresário vinícola, Filipe Cardoso, entre outros. 

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo